Loló e Lança perfume: o que é, efeitos, perigos e redução de danos

Loló e Lança perfume: o que é, efeitos, perigos e redução de danos

Loló e Lança Perfume Redução de danos e riscos perigos e danos

Você certamente já escutou falar de Loló, cheirinho da loló ou Lança Perfume, que é um primo próximo, mas você conhece estratégias de redução de danos ou sabe os danos e perigos que corre?

 

O entorpecente, preparado à base de clorofórmio e éter, é inalado pelo usuário e seus efeitos duram de 5 a 15 minutos. Normalmente molha-se a própria roupa com a droga e se inala, mas uma forma alternativa é puxar direto da ampola.

 

+ Conheça os cristais de THCA: a forma mais pura de THC no mundo

+ Ecstasy falso feito com areia de gato e estimulante sexual é descoberto em BH

 

É importante ressaltarmos que a substância causa graves danos ao usuário. Por isso não recomendamos o uso, que pode levar à prisão e a morte.

 

 

+ Os perigos da maconha prensada e formas de redução de danos

+ Redução de danos para fumantes: piteiras de papel, madeira ou murano?

 

Redução de danos com Loló & Lança Perfume: efeitos e consequências

 

Atualmente o Lança Perfume é relativamente raro de se encontrar. Com a proibição de 1961 e o avanço das técnicas do tráfico ele perdeu espaço para o Loló. Esse, um primo pobre seu, porém semelhante em questões tóxicas.

 

A Loló tornou-se popular devido ao baixo custo (pode ser facilmente encontrado por R$10) e é presença carimbada em eventos como festivais, festas universitárias, bailes e blocos de Carnaval. Como seus efeitos passam rápido, os usuários geralmente utilizam a droga seguidamente.

 

+ Efeitos do ecstasy: perigos mortais, redução de danos e dicas

+ Cigarro de palha X cigarro industrializado: qual causa menos danos?

 

Com o uso seguido, os danos são potencializados e há grande risco de parada cardíaca, pois a respiração está suspensa durante o uso e a falta de ar pode fazer com que se perca a consciência.

 

Além disso, existem outros efeitos: eventual perda de memória, distúrbios auditivos, formigamentos, perda do tato, sensação repentina de felicidade e euforia, vontade de rir e até mesmo alucinações (grandes quantidades). Como consequência, passados os efeitos, os resultados são fortes dores de cabeça, náuseas, depressão, arrependimento, vômitos e mal estar.

 

+ MDMA: redução de danos e guia para uso seguro

+ Usuários de maconha buscam alívio e não apenas “onda”, diz estudo

+ Composto encontrado na Ayahuasca combate a depressão

 

Existe um famoso boato de que o Loló derrete o cérebro do usuário. Não é necessariamente isso, no entanto não é de um todo mentira. Acontece é que a droga destrói as células do cérebro, podendo assim causar consequências aqui já mencionadas, como desmaios e vômitos.

 

Loló e Redução de danos

 

Primeiramente é necessário que o usuário compreenda que o uso seguido dessas substâncias pode levar a morte. Sendo assim, evite utilizar seguidamente em um curto espaço de tempo. Deixe seus batimentos cardíacos amenizarem e mesmo que o desejo seja grande lembre-se que o que está em jogo é sua vida.

 

+ A cor do filtro de cigarro realmente faz diferença? Descubra!

+ Ecstasy(MDMA): tudo que você precisa saber!

 

Da mesma forma não aceite das mãos de estranhos e compre apenas de pessoas previamente conhecidas. Já foram encontrados relatos de venda de cloro no lugar de Loló na Zona da Mata Mineira, no Rio de Janeiro e em São Paulo (e o dano do cloro é imensurável).

 

Caso sinta seus batimentos cardíacos acelerados, procure relaxar imediatamente. Sente-se, beba água e evite fumar, beber bebida alcoólica e utilizar qualquer outro tipo de droga. Se possível chupe uma laranja, a fruta é rica em vitamina C, frutose e água, diminuindo assim os efeitos negativos da droga. Feito isso, não volte a inalar o Loló, pois seus órgãos já estão acelerados e sendo seguidamente exigidos.

 

+ Rapé: redução de danos e sua utilização xamânica

+ Vacina contra cocaína é desenvolvida pela UFMG

+ Maconha sem cheiro pode se tornar realidade

 

Loló está se tornando cada vez mais popular. Por isso, é importante ressaltarmos que essa droga nada tem de natural e que não recomendamos seu uso. Para mais, navegue pela aba de redução de danos.

 

Por fim, siga Portal Mundo no Instagram, YouTube e Facebook

Já viu nossos vídeos? Não? Então conheça a TVMundo e desfrute do nosso conteúdo audiovisual!

 

Entrevista com Blazy – Mundo Psicodélico Festival 2019

 

 

Entrevista com Mandragora – Mundo Psicodélico Festival 2019

 

 

Tem um concurso incrível rolando para o Mundo Psicodélico Festival 2019. Clique e concorra a 4 passaportes + brindes da marca!

Comentários