Análise comprova ausência de derivados do óleo na Praia de Pratigi, local do Universo Paralello

Análise comprova ausência de derivados do óleo na Praia de Pratigi, local do Universo Paralello

local do universo paralello

Muitas dúvidas e preocupações ocupavam a cabeça do público que vai para o Universo Paralello, assim como da produção e população local que depende do evento. 

 

Mês passado alguns fragmentos de óleo chegaram na Praia de Pratigi, local do Universo Paralello. Segundo a organização do UP, em um comunicado divulgado dia 29 de outubro, o óleo teria chegado até a praia e prontamente voluntários começaram a recolher.  Assim que notaram, produção, políticos da região e comunidade se uniram rapidamente em prol da limpeza e da retirada do óleo.

 

O grande perigo que assustava tanto produtores quanto o público era se o óleo poderia ter contaminado o lençol freático (que é usado para captação de água de abastecimento durante o evento).

 

Mas, ainda assim, muitos medos e receios ficaram no ar.

 

No entanto, tranquilizando a todos, a produção do Universo Paralello compartilhou hoje (12) um comunicado oficial do Governo do Estado da Bahia onde este esclarece a questão e afirma que o local está limpo e em condições de receber o evento.

 

 

Leia abaixo trecho do comunicado:

 

Análise comprova a ausência de substâncias derivadas do óleo nas praias do litoral baiano

 

O Governo do Estado da Bahia, por meio do Instituto do meio Ambiente e Recursos Hídricos (Inema), após fazer a análise das praias do Litoral Norte e de Salvador, confirma a ausência de hidrocarboneto, policíclico e aromático e (HPA) e Benzeno, Tolueno, Etilibenzeno e xileno (BTEX), substâncias derivadas do petróleo e que são fatores contaminantes e prejudiciais à saúde humana.

 

Desde o começo de outubro o órgão segue fazendo a coleta e análise das praias atingidas pelas manchas de óleo, ainda de origem e quantidade desconhecidas. Após coleta os técnicos encaminham as amostras da água para o Centro de Pesquisas e Desenvolvimento da Bahia (CEPED), laboratório responsável pelos resultados.

 

Para mais sobre o Universo Paralello, clique aqui.

Comentários