Black Lança: o que é, efeitos, perigos e redução de danos

Black Lança: o que é, efeitos, perigos e redução de danos

black lança oque é efeitos perigos redução de danos

Algumas pessoas sabem o que é ‘Black Lança’, mas a grande maioria não faz ideia do que é isso. Talvez já tenha ouvido falar, por alto, mas saber do que é de fato feito e quais são seus componentes é complicado, apenas quem um dia já se interessou pela tema sabe – e ainda assim as informações são escassas.

 

*Foto de capa: Luiz Pessoa / NE10

 

Por isso, buscaremos esclarecer as dúvidas mais recorrentes, alertar para os seus perigos e difundir estratégias de redução de danos com Black Lança.

 

As informações descritas abaixo são de cunho informativo e reducionista e não buscam, em nenhum momento, incentivar o uso de Black Lança, Loló, Lança Perfume ou quaisquer outras substâncias. Tais substâncias são perigosas!

 

 

Black Lança: O que é e qual a diferença do Lança comum?

 

Primeiramente você precisa conhecer a história desta droga. Tudo começou com o Lança Perfume, que se popularizou no Brasil a partir dos carnavais cariocas a partir de 1907. Originalmente era utilizado apenas como uma forma de distração e brincadeiras na folia, mas passou a ser utilizado como bebida e/ou inalante.

 

Após se tornar um símbolo do carnaval por décadas, o Lança Perfume foi proibido no Brasil em 1961, por ser considerado extremamente perigoso. 

 

Atualmente, o Lança Perfume é relativamente raro de se encontrar. Com a proibição de 1961 e o avanço das técnicas do tráfico, ele perdeu espaço para o Loló. Este é como um primo pobre e mais simples, porém semelhante em questões tóxicas.

 

 

Leia também:

Perigos da maconha prensada, riscos e formas de redução de danos

 

 

O Loló tornou-se popular devido ao baixo custo (pode ser facilmente encontrado por R$10) e é presença carimbada em eventos como festivais de música eletrônica, festas universitárias, bailes e blocos de Carnaval.

 

O entorpecente é preparado à base de clorofórmio e éter, é inalado pelo usuário e seus efeitos duram de 5 a 15 minutos. Também existem relatos de Loló feito com tiner, acetona e água de bateria. 

 

Segundo pesquisas, o Loló não causa dependência química, mas pode causar dependência psicológica. Os seus danos cerebrais são irreversíveis e ele pode até matar.

 

 

 



 

 

 

A partir do Loló, enfim, chegamos ao Black Lança. Não foram encontrados registros de quando se deu início a venda desta substância, mas ela rapidamente se popularizou.

 

O Black Lança, de forma resumida e clara, nada mais é que um “Loló” mais forte e consequentemente mais tóxico. Em sua fabricação, são utilizadas substâncias como clorofórmio, cloreto de metileno, cola acrílica e antirrespingo de solda.

 

Estas substâncias fazem um mal absurdo ao usuário, principalmente quando misturadas com outras drogas ou álcool. Seu principal aditivo é o produto comercializado como “antirrespingo de solda” (tricloroetileno).

 

 

Efeitos do Black Lança

 

Os efeitos do Black Lança são extremamente semelhantes aos da “Loló”, mas se caracterizam por serem mais fortes e durarem alguns segundos mais. 

 

Entre os efeitos, estão eventual perda de memória, distúrbios auditivos, formigamentos, perda do tato e apetite, sensação repentina de felicidade e euforia, vontade de rir e até mesmo alucinações (grandes quantidades).

 

Como consequência, passados os efeitos do black lança, os resultados são fortes dores de cabeça, náuseas, depressão, arrependimento, vômitos e mal estar.

 

 

Leia também:

 

 

Além disso, o uso de Black Lança pode causar taquicardia e alterações de consciência, uma vez que a substância cai na corrente sanguínea em menos de 03 segundos, passando a danificar pulmões, rins e fígado. Após 05 segundos, a substância chega ao coração e cérebro, implicando taquicardia. Da mesma forma, o uso contínuo pode causar grave pneumonia. 

 

 

Perigos e riscos do Black Lança

 

O uso de Black Lança pode causar taquicardia e alterações de consciência, uma vez que a substância cai na corrente sanguínea em menos de 03 segundos, passando a danificar pulmões, rins e fígado. Após 05 segundos, a substância chega ao coração e cérebro, implicando taquicardia.

 

Da mesma forma, o uso contínuo pode causar grave pneumonia, câncer e danos irreversíveis ao cérebro. A substância, se utilizada em grande quantidade, também pode levar a morte.

 

 



 

 

 

Redução de danos com Black Lança

 

Ao saber que a substância pode levar a morte e seu uso acelera seus batimentos cardíacos, o primeiro a se fazer é não utilizar a substância seguidamente. Se optar por usar, dê consideráveis intervalos de um uso a outro, isso dará tempo para que seus batimentos amenizem. 

 

Evite grandes e/ou constantes desgastes físicos: dançar por seguintes horas, se envolver em uma briga ou caminhar por quilômetros: não faça isso sobre efeito de Black Lança, ou até mesmo Loló e Lança Perfume. Durante o uso, digamos que seu corpo está frágil, não consegue suportar grandes aventuras.

 

Da mesma forma, não aceite das mãos de estranhos. Já foram encontrados relatos de venda de cloro no lugar de Loló na Zona da Mata Mineira, no Rio de Janeiro e em São Paulo (e o dano do cloro é imensurável).

 

Caso sinta seus batimentos cardíacos acelerados, procure relaxar imediatamente. Sente-se, beba água e evite fumar, beber bebida alcoólica e utilizar qualquer outro tipo de droga. Se possível chupe uma laranja, a fruta é rica em vitamina C, frutose e água, diminuindo assim os efeitos do black lança. Feito isso, não volte a inalar nada ou usar qualquer outra substância, pois seus órgãos já estão acelerados e sendo seguidamente exigidos.

 

 

O que sabemos sobre o Tricloroetileno (aditivo do lança)

 

Comentamos aqui que a principal diferença do black lança, do lança e do loló está em sua composição. O Black Lança tende a ser mais concentrado e conter mais aditivos tóxicos, de fácil acesso, que seus concorrentes. 

 

O principal aditivo é o Tricloroetileno, vulgarmente conhecido como “respingo de solda” ou “antirrespingo”. Esse é um aditivo extremamente nocivo e completamente destinado a outras utilizações, que não o consumo humano.

 

Segundo o INCA (Instituto Nacional de Câncer), o tricloroetileno (TCE) é extremamente volátil e evapora com grande facilidade. Constitui de um solvente clorado não inflamável, incolor e de odor adocicado.

 

As principais consequências à saúde humana que foram estudadas pelo INCA se dividem em efeitos agudos e efeitos crônicos. 

 

 

Leia também:

 

 

Os agudos, que podem ocorrer a curto prazo são: cefaléia, tontura, sonolência, danos a visão, danos aos nervos da face, perda de audição e dano renal. Em grandes doses, o órgão alerta que pode ocasionar morte ou coma.

 

Já durante a exposição prolongada, ou seja, os efeitos crônicos, o indivíduo pode desenvolver câncer no fígado, rins, mieloma além de câncer cervical. A exposição ao TCE também é comprovadamente associada a doenças autoimunes e danos irreversíveis ao sistema reprodutor.

 

 

 

Por fim, siga Portal Mundo no Instagram, YouTube e Facebook

 

Já viu nossos vídeos? Não? Então conheça a TVMundo e desfrute do nosso conteúdo audiovisual!

 

Entrevista com Phaxe – Maori Festival, A Lenda Maui

 

 

Entrevista com Zanon – Maori Festival, A Lenda Maui

 

 

 

 



 

 

Comentários