Cervejaria cria a primeira garrafa de papel do mundo

Cervejaria cria a primeira garrafa de papel do mundo

Carlsberg cervejaria portal mundo

Foram revelados dois novos protótipos para a Green Fiber Bottle da Carlsberg. Mais empresas consagradas estão agora comprometidas com a tecnologia de garrafas de papel.

 

A Carlsberg, tradicional cervejaria dinamarquesa lançou dois protótipos de garrafas biodegradáveis feitas de fibras de madeira e com uma camada interna impermeável para suas bebidas.

 

De acordo com a informações divulgadas pela assessoria de imprensa da Carlsberg, a iniciativa faz parte do projeto da cervejaria de zerar as emissões de carbono de suas fábricas até 2030. O que era de se esperar de uma empresa dinamarquesa, afinal, a Dinamarca é líder mundial em sustentabilidade!

 

Leia também: Troque bitucas por cerveja: essa é a proposta de um bar em Barcelona

 

A busca pela embalagem de papel começou em 2015 “ainda não chegamos lá, mas os dois protótipos são um passo importante para realizar nossa ambição final de trazer essa novidade ao mercado”, comentou Myriam Shingleton, vice-presidente de desenvolvimento da Carlsberg.

 

A Carlsberg se juntará à Coca-Cola, à The Absolut Company e à L’Oreal para o desenvolvimento embalagens sustentáveis, visando “oferecer produtos de alta qualidade com impacto ambiental reduzido”, diz o comunicado.

 

Os novos protótipos são confeccionados com fibra de madeira de origem limpa, totalmente recicláveis e facilmente biodegradáveis caso se percam no meio ambiente.

 

Pensando nos mestres cervejeiros de plantão, a garrafa conta com um finíssima camada plástica interna impermeável (semelhante às encontradas dentro das latinhas) para permitir a melhor conservação da sua breja e proteger o gosto.

 

 

Carlsberg cervejaria portal mundo

 

 

 

 

A fina camada que na verdade é um filme de polímero PET reciclado juntamente com uma barreira de polímero PEF de 100% origem biológica são temporárias. A ambição da empresa dinamarquesa é criar uma solução TOTALMENTE livre de polímeros.

 

Shingleton ainda disse “Continuamos a inovar em todos os nossos formatos de embalagem e estamos satisfeitos com o progresso que fizemos com a Green Fiber Bottle até agora. Embora ainda não tenhamos conseguido o produto final, os dois protótipos são um passo importante para realizar nossa ambição maior que é levar essa inovação ao mercado. A inovação leva tempo e continuaremos a colaborar com os principais especialistas para superar os desafios técnicos que ainda existem (…)”.

 

 

Comentários