Cigarro de palha vs cigarro convencional: qual causa menos danos?

Cigarro de palha vs cigarro convencional: qual causa menos danos?

Eis uma dúvida comum nos dias de hoje: qual cigarro faz menos mal: cigarro de palha ou cigarro comum?

 

Primeiramente entenda: como os cigarros convencionais ou os bolados, o cigarro de palha também é feito com tabaco. Este fumo (Nicotiana tabacum e Nicotiana rustica) é popularmente conhecido como fumo de corda. A diferença entre os cigarros se dá no envoltório do fumo. Pois, culturalmente, o palheiro é enrolado na palha seca de milho.

 

Por muito tempo o palheiro se manteve restrito aos matutos da roça ou pessoas que conviveram com essa cultura. Há 60 anos, quando o cigarro industrializado ainda era símbolo de virilidade e até de saúde, o consumo de cigarros de palha diminuiu inclusive na roça, até praticamente se extinguir na massa tabagista.

 

+ Iboga: a cultura Bwiti e a possível solução para a dependência química 

 

Mas, anos depois, no século XXI, não é difícil se deparar com jovens e adultos acendendo cigarros de palha. Com a alta, hoje os palheiros são manufaturados e comercializados em maços parecidos com o cigarro convencional. Algo muito diferente da vivência roots e da ‘roça’ encontrada décadas atrás.

 

Cigarro de palha vs cigarro industrializado

 

Cigarro de palha e dependência

 

 

Por ser feito de tabaco os cigarros de palha oferecem os mesmos riscos para o fumante. São estes: vício bioquímico, psicológico, doenças pulmonares e aumento da pressão arterial.

 

A grande diferenças está na fibra que o envolve. Por um lado o cigarro convencional possui um papel especialmente criado para queimar rápido e uniformemente. Algumas marcas inclusive chegam a adicionar compostos derivados e análogos a pólvora, o que pode expor as vias respiratórias a carcinogênese, fora inúmeros outros aditivos e conservantes.

 

+ Conheça os cristais de THCA: a forma mais pura de THC no mundo

 

O cigarro de palha, nesta perspectiva de manufatura é mais “natural”. É usado em sua manufatura a palha seca (sem adição de compostos), o fumo seco, e um laço ou anel de borracha pra manter tudo nos eixos.

 

Mas nem sempre o ‘natural’ é a melhor opção

 

A gramatura da palha em relação a gramatura das sedas também expressa que: a quantidade de monóxido de carbono liberado pela combustão da palha será muito maior que a de um cigarro convencional.

 

Uma vez que o papel do cigarro comum é desenvolvido para ser mais fino possível, para garantir que a combustão seja em maior parte da erva enrolada e não do papel, com a palha não observamos esta proporção. Além disso, cigarros de palha culturalmente não acompanham filtros ou piteiras que retenham o alcatrão, resíduos particulares e temperatura do tabaco em combustão. E aqui, encontramos a principal diferença entre os cigarros.

 

+ Composto encontrado na Ayahuasca combate a depressão

 

 

Embora o cigarro industrializado não seja a melhor opção para o tabaco fumígeno em comparação com o palheiro, ele vicia menos e causa menos danos a sua saúde. Portanto, cigarro industrializado causa menos danos que cigarros de palha.

 

Mas segue nossa dica de redução de danos: compre uma sedinha sem aditivos químicos, um tabaco natural e um filtro. As sedas orgânicas de maior qualidade, assim como os filtros e piteiras, você encontra aqui em nosso marketplace.

 

Para atualizações diárias sobre redução de danos e substâncias, siga-nos no Instagram

Comentários