Dica cinéfila: a viagem alucinante de Enter The Void

Dica cinéfila: a viagem alucinante de Enter The Void

filme enther the void

Enter The Void, um filme de Gaspar Noé (2009), é uma obra visualmente viciante e audaciosa que explora os enredos dos laços familiares, da consciência espiritual  interior e do ciclo da vida. Tudo isso imerso no ambiente luminoso e psicodélico dos  bares de strip, discotecas e outros recantos duvidosos das  noites de Tóquio.

 

É um filme sensorial e nos faz pensar de como o cinema é uma arte muita das vezes subaproveitada. O filme com suas experimentações visuais e técnicas inovadoras, demonstra que estamos a frente de uma obra ousada. Mas é do tipo de filme que você vai amar ou odiar, depende muito da disposição de quem o assiste. É um desafio para a mente, uma enorme viagem psicodélica visual e alucinante.

 

 

Consciência pós morte e DMT (Dimethyltryptamina) em Enter the Void

 

Inteiramente filmado em longos planos sequência sob o ponto de vista de quem foi baleado após fumar DMT (pesquisadores acreditam que o princípio ativo dessa droga seria liberado pelo próprio cérebro no momento da morte, criando assim alucinações) e que voa através da cidade de Tóquio como um fantasma.

 

São as visões de um olho flutuante de alguém aparentemente morto (Noé faz questão de tornar ambígua a morte do protagonista do começo ao fim) que observa cenas de horror, miséria e dor sem fim dos vivos.

 

+ Netflix surpreende fãs com teaser de ‘El Camino’, filme de Breaking Bad

 

Enter The Void (2009)

 

Um cineasta ateu que não crê em reencarnação faz um filme inspirado no “Livro Tibetano dos Mortos”

 

O filme Enter the Void é inspirado no Livro Tibetano dos Mortos , um texto sagrado do budismo tântrico tibetano. Uma espécie de guia para a consciência pós-morte através das experiências a serem vividas entre a sua morte e o próximo renascimento.

 

Não por acaso, é o livro que o traficante está lendo antes de morrer. Logo no começo, um dos personagens explica que o livro é como um guia para a mente depois da morte.

 

Mas, Noé não crê em vida após a morte e muito menos em reencarnação, embora a narrativa inteira do filme seja estruturada nos três níveis de consciência (ou “bardos”) de um ser ciente após a morte, segundo o livro tibetano.

 

+ Irmandade: série da Netflix que estrela Seu Jorge ganha data de estreia

+ O maior cinema do mundo ao ar livre está de passagem por São Paulo

 

“Não preciso acreditar em discos voadores para fazer um filme de marcianos chegando na Terra”, diz Noé.

 

Trama Enter the Void

 

Oscar, um usuário de drogas pesadas, cuja irmã Linda é uma stripper, tem flashbacks de sua infância como o trauma da morte de seus pais e alucinações desconcertantes.

 

Em uma transação de venda de drogas, Oscar é morto pela polícia, mas agora ele pode flutuar acima e olhar para baixo: no sofrimento de sua irmã e sobre a vida, mesmo em um nível molecular. Por um momento, as cores do espectro podem ser até bonitas. Assim, o que dizer da vida após a morte?

 

E ai, tem coragem de entrar nessa viagem ?

 

 

Por fim, siga Portal Mundo no Instagram, YouTube e Facebook

Já viu nossos vídeos? Não? Então conheça a TVMundo e desfrute do nosso conteúdo audiovisual!

 

Entrevista com Ventania – Mundo Psicodélico Festival 2018

 

 

Entrevista com Mandragora – Mundo Psicodélico Festival 2018

 

 

Tem um concurso incrível rolando para o Mundo Psicodélico Festival 2019. Clique e concorra a 4 passaportes + brindes da marca!

Comentários

Avatar

Cineasta ,produtora audiovisual e apaixonada por tudo que envolve as 7 artes. Atua como membro da Redação do Portal Mundo.