Dois impactos positivos da quarentena mundial ao meio ambiente

Dois impactos positivos da quarentena mundial ao meio ambiente

impactos da quarentena coronavirus portal mundo

Recentemente os canais de Veneza ficaram ainda mais famosos. O motivo? a água dos históricos canais está simplesmente cristalina!

 

Das águas cristalinas à óbvia queda na poluição concentrada das grandes metrópoles, cada dia que passa a quarentena nos mostra de forma extremamente explícita nossos impactos cotidianos ao meio ambiente.

 

 

Leia também:

 

 

 

 

 

Entretanto, em um momento que quase todo o mundo propaga notícias ruins e, de certa forma, assustadoras. O mundo vive um período de “respiro” no que diz respeito a poluição habitual. Com certeza é uma oportunidade única para as gerações mais novas apreciarem, momentos como esse se tornarão cada vez mais raros.

 

Desafiando todo e qualquer raciocínio de que não somos responsáveis pela crise climática no planeta, três efeitos da quarentena no meio ambiente já podem ser sentidos e vistos, comprovando que há sim esperança na mudança – só precisamos agir. E vale ressaltar: não é o planeta que está em crise, o planeta de uma forma ou de outra vai sobreviver, quem está em risco somos nós.

 

 

Primeiro efeito positivo

 

A primeira notícia, que viralizou nas redes sociais, vem da Itália: os famosos canais de Veneza, que têm suas águas lamacentas por conta da alta circulação de gôndolas de turistas que reviram o leito, voltaram a ter água cristalina.

 

impactos positivos da quarentena covid-19 portal mundo

Foto: Andrea Pattaro/ AFP

 

“A água agora parece mais clara porque há menos tráfego nos canais, permitindo que o sedimento permaneça no fundo”, explicou um porta-voz da prefeitura à CNN. Com isso, peixes se multiplicando nadando ao fundo voltaram a ser vistos, coisa que não se via há muito tempo!

 

 

 

 

Qualidade do ar x impactos positivos na quarentena

 

Além disso, foi reportado em diversos lugares uma melhora significativa da qualidade do ar. É meio que óbvio, mas ainda sim, merece nossa celebração! mesmo que por um curto período respiraremos um ar um pouquinho menos poluído.

 

Toda a poluição emitida diariamente pelos carros foi basicamente reduzida a zero, e não só isso! A indústria também reduziu significativamente a rotina de trabalho, portanto, seus impactos ao meio ambiente.

 

Na China e na Itália, regiões violentamente impactadas pela COVID-19, cientistas já confirmam: os níveis de dióxido de carbono e dióxido de nitrogênio no ar diminuíram drasticamente.

 

“O dióxido de carbono é diretamente ligado a atividades industriais, produção elétrica e transporte, então tudo que afeta estes setores vai afetar os gases de efeito estufa”, explicou Christopher Jones, da CoolClimate Network, um consórcio de pesquisas da Universidade da Califórnia, em Berkeley à Vogue.

 

Abaixo, as imagens da Nasa mostram a diminuição de dióxido de carbono no ar da China ao longo de dois períodos: primeiro, antes da quarentena, de 01 de janeiro a 20 de janeiro e, depois, durante a quarentena, de 10 de fevereiro a 25 de fevereiro.

 

impactos positivos da quarentena coronavírus portal mundo

 

Em São Francisco, Estados Unidos, a população também sente a diferença. Lá, grande parte da população está confinada, como se observa em São Paulo como resultado a concentração média de material particulado (poluição) diminuiu cerca de 40% só nos últimos dias. Em Nova York, o novo epicentro mundial, a queda foi de 28%.

 

Experts, porém, afirmam que as reduções são passageiras: quando os países voltarem às suas rotinas normais os números subirão, talvez até aumentem.

 

Mas o que podemos tirar disso tudo é: quando tudo passar, a crise, a quarentena, quando voltarmos às ruas, será que ainda enxergaremos esses impactos? Lembre-se, quem está em perigo somos nós.

 

 

 

Comentários