28% dos entregadores admitiram “beliscar” as comidas que entregam

28% dos entregadores admitiram “beliscar” as comidas que entregam

Entregadores admitiram beliscar comidas

Em uma pesquisa realizada nos Estados Unidos, 28% dos entregadores admitiram beliscar as comidas antes do pedido chegar até o cliente. A pesquisa foi feita pela distribuidora de alimentos “US Foods”. A companhia falou com 500 funcionários e prestadores de serviços de empresas como a Postmates, Doordash, Uber Eats e Grubhub. Estas funcionam de forma idêntica à Rappi, iFood e a própria UberEats no Brasil. 

 

Além disso, a pesquisa descobriu que 50% dos prestadores de serviço já cogitaram comer parte do pedido. O por quê? O forte cheiro de comida em momentos de fome.

 

Ou seja: 1/3 dos entregadores admitiram beliscar as comidas. E do que resta, pelo menos metade já pensou em fazer o mesmo. 

 

+ Homens reciclam menos do que mulheres por medo de “parecerem gays”, segundo estudo

+ Uso de patinetes elétricos são regulamentados em São Paulo após decreto municipal 

 

Em outra etapa da pesquisa, a US Foods entrevistou 1500 clientes e usuários destes aplicativos. A intenção da empresa era entender ambos os lados, quais são seus questionamentos e quais são as possíveis soluções. 

 

Desconfiança entre os consumidores

 

Por parte dos clientes e usuários existe uma considerável desconfiança. A mesma pesquisa da US Foods constatou que 21% das pessoas já suspeitaram que a sua refeição tivesse sido violada antes de chegar às suas mãos. Para 85% dos usuários e clientes que participaram da pesquisa, a solução seria vedar por completo o pedido. 

 

Por outro lado, 17% dos usuários confessaram que já tiveram experiências negativas onde o entregador simplesmente deixava a comida do lado de fora de casa.

 

Entre os clientes entrevistados, a idade variou de 18 a 77 anos, com uma média de 31 anos.

 

+ Mundo Psicodélico Festival 2019: informações e atrações confirmadas

 

No Brasil, ainda não existe nenhuma pesquisa semelhante. Mas podemos acreditar que em breve surgirá alguma para levantar esses dados, visto que aplicativos como Rappi, iFood e UberEats estão se tornando cada vez mais popular no país. Por isso, as chances disso também acontecer por aqui são enormes. 

 

E você? Já recebeu uma entrega onde sentiu falta de um “pedacinho” ou de algumas batatas fritas?

 

Por fim, siga Portal Mundo no Instagram, YouTube & Facebook

 

 

Comentários