Estudo de caso: O consumo de cogumelos com psilocibina resulta na melhora dos sintomas de TOC

Estudo de caso: O consumo de cogumelos com psilocibina resulta na melhora dos sintomas de TOC

psilocibina

Aproximadamente 2,3% dos adultos sofrerão de sintomas de Transtorno Obsessivo-Compulsivo em algum momento de suas vidas. O transtorno é caracterizado por pensamentos intrusivos e persistentes e comportamentos compulsivos, e um número significativo de pessoas não responde bem aos tratamentos padrão. Mas a Psilocibina, substância presente nos cogumelos mágicos, talvez possa ajudar.

 

>>>Participe do grupo do Portal Mundo no WhatsApp e receba primeiro as notícias.

 

Um relatório publicado recentemente no Journal of Psychoactive Drugs apresenta o caso de um homem de 30 anos que apresentou reduções clinicamente significativas nos sintomas de TOC resistentes ao tratamento após consumir cogumelos contendo psilocibina, mais comumente conhecidos como cogumelos “mágicos”.

Link Patrocinado:

 

O homem sofria de sintomas incapacitantes mesmo após o tratamento com uma variedade de medicamentos, incluindo antidepressivos, anti-inflamatórios não esteroides e cetamina. Ele estava em tratamento em uma clínica quando decidiu tomar cogumelos psicodélicos.

 

O paciente disse a profissionais médicos que havia consumido cerca de 2 gramas de cogumelos secos enquanto estava em casa. Um amigo estava presente para cuidar dele. O homem não relatou ter tido alucinações, mas experimentou uma sensação de dissociação por cerca de uma hora. 

Link Patrocinado:

 

Durante essa hora, seus sintomas de TOC desapareceram completamente. Apesar de ter sido avisado sobre os perigos de consumir os cogumelos, ele continuou a consumi-los uma vez a cada duas semanas.

 

Antes de consumir psilocibina, o paciente obteve 35 pontos no Teste de Escala Obsessiva Compulsiva de Yale-Brown, indicando que ele estava sofrendo de sintomas “extremos”. Seis meses depois de consumir psilocibina, a pontuação do paciente no teste caiu para 13, indicando que ele estava sofrendo de sintomas “leves”.

Link Patrocinado:

 

Leia também:

 

 

 

“Seus pensamentos obsessivos e compulsões foram significativamente reduzidos, assim como a ruminação, preocupação e ansiedade e verificação de comportamento”, escreveram os médicos em seu relato de caso. “Ele agora pode realizar a maior parte de suas tarefas diárias e trabalhar sem interrupções, melhorando significativamente seu bem-estar e qualidade de vida. O paciente continua seu tratamento, enquanto consome cogumelos contendo psilocibina como um adjuvante terapêutico. ”

 

Tem havido um interesse crescente pela psilocibina, mas os cientistas apenas começaram a examinar se a psilocibina pode ajudar no tratamento do TOC. Um estudo publicado em 2006 descobriu que a psilocibina estava associada a reduções transitórias nos sintomas de TOC. Mas o estudo foi concebido apenas como um primeiro passo – e apenas examinou 9 participantes.

 

Pesquisadores da Universidade de Yale e do Instituto de Pesquisa Heffter estão atualmente conduzindo um estudo randomizado controlado por placebo para examinar os efeitos da psilocibina no TOC.

 

“Esses e os estudos futuros determinarão se a psilocibina e outros compostos psicoativos dos cogumelos que contêm psilocibina são clinicamente eficazes e seguros para o tratamento do TOC”, escreveram os médicos.

 

O relatório, Melhoria a longo prazo dos sintomas de TOC em um paciente com consumo crônico de cogumelos contendo psilocibina”, foi escrito por Agustin Lugo-Radillo e Jorge Luis Cortes-Lopez.

 

*Artigo traduzido e adaptado a partir de informações divulgadas pelo Psypost.

**Foto de capa: Pixabay

 

 

Comentários
Link Patrocinado:

Biólogo, Fotógrafo e aluno do Instituto de Botânica de São Paulo. Atua no Portal Mundo como Editor-Chefe de Redação e Conteúdo e na Tv Mundo como Diretor.