Global Drug Survey 2021: participe da maior pesquisa sobre drogas do mundo

Global Drug Survey 2021: participe da maior pesquisa sobre drogas do mundo

global drug survey 2021 GDS Portal Mundo

A Global Drug Survey 2021 (GDS) busca dados sobre o consumo de drogas ao redor do mundo. Participe da pesquisa, é completamente anônima!

 

A GDS é uma organização independente e sem fins lucrativos, com sede em Londres, que realiza anualmente uma extensiva pesquisa a respeito do consumo, qualidade, quantidade, preço e estratégias de redução de danos com drogas, sejam elas lícitas ou ilícitas, ao redor do mundo inteiro.

 

Totalmente anônima, ela busca ter uma conversa honesta sobre o uso de drogas e ajuda a manter as pessoas seguras e informadas, independentemente do status legal da droga em questão.

Link Patrocinado:

 

Leia também:

 

 

 

O site oficial da pesquisa possui tradução nativa para 11 idiomas, incluindo o português — possui algumas falhas, mas pode ser respondido facilmente. O questionário leva cerca de 20 minutos para ser respondido. Acesse aqui para responder a Global Drug Survey 2021.

 

Para onde vão os dados da GDS?

Como uma pesquisa internacional sobre um tema que, na maioria dos lugares do mundo, constitui um dos maiores tabus da sociedade. A organização da pesquisa garante que seus dados serão armazenados de maneira anônima e irrastreável, pra explicar seus métodos de coletas de dados existe uma página dedicada à isso: clique aqui para ler.

 

Mas afinal, para onde vão as respostas deste questionário? Bem, primeiramente para a mídia. As respostas servem como base para discussões e, inclusive, estudos preliminares sobre consumo de drogas para diversas instituições do mundo inteiro. Inclusive para nós do Portal Mundo.

 

A GDS usa seus dados e experiências para criar aplicativos digitais de saúde, páginas na web e artigos em seu blog que oferecem análises e intervenções breves como forma de redução de danos ao consumo de diversas drogas.

Link Patrocinado:

 

Além disso, a GDS produz uma imensa variedade de materiais de acesso livre (e também encomendados) para profissionais de saúde, legisladores, governos, mídia e para o público em geral.

 

O principal objetivo, então, é tornar o uso de drogas mais seguro através do acesso à informação. Uma estratégia que nós, do Portal Mundo, também buscamos desenvolver no Brasil.

 

Resultados especiais da edição de 2020 durante o confinamento

O GDS aproveitou o primeiro confinamento para ver como a COVID-19 mudou o consumo de álcool e outras drogas, bem como as mudanças nos mercados de drogas e no acesso aos produtos.

Link Patrocinado:

 

Em relação à cannabis, “as adaptações foram diversificadas”, conta Marie Jauffret-Roustide, pesquisadora do Inserm e referência na França no assunto.

 

Mais de 3/4 dos participantes franceses não experimentaram grandes mudanças no uso de cannabis durante a pandemia:

 

  • 25% tiveram uma redução no consumo (13% uma redução significativa). As razões apontadas são a diminuição do contato com as pessoas, menos oportunidades de consumir, dificuldades de abastecimento, a busca por melhor saúde ou a falta de vontade de consumir durante a pandemia.
  • 40% estável
  • 1/3 aumentou significativamente (ao menos 16%). Os entrevistados notaram que tinham mais tempo para usar, que estavam entediados ou ansiosos, que tinham mais tempo com seus colegas de quarto ou parceiro, ou que estavam mais deprimidos.

 

A investigação também revelou um dado notável: o prazer de consumir cannabis durante o confinamento. 30% afirmam, portanto, que tiveram mais prazer em consumir durante o confinamento. 

 

Proporcionalmente, mais pessoas ainda queriam reduzir o uso de cannabis — cerca de 38%.

 

A maioria dos consumidores se adaptou. Grande parte do consumo de cannabis estava relacionado ao prazer de consumi-la, e outros tinham finalidade terapêutica (ansiedade, depressão …).

Link Patrocinado:

 

A evolução dos usos certamente foi ditada pelas circunstâncias. As pessoas acostumadas a consumir em grupos diminuíram, ao contrário dos que usam a cannabis para fins ansiolíticos.

 

No que se refere ao abastecimento, os consumidores não tiveram que sofrer uma grande escassez e poucas pessoas afirmam ter um estoque grande. 

 

Pode ser interessante ver o impacto da segunda onda de confinamento que atinge grande parte do globo.

 

Para participar da Global Drug Survey 2021 clique aqui. O questionário estará disponível até o fim de janeiro.

 

 

 

Comentários
Link Patrocinado:

Avatar

Biólogo, Fotógrafo e aluno do Instituto de Botânica de São Paulo. Atua no Portal Mundo como Editor-Chefe de Redação e Conteúdo e na Tv Mundo como Diretor.