Homem é preso vendendo Ecstasy falso feito com areia de gato

Homem é preso vendendo Ecstasy falso feito com areia de gato

Ecstasy falso

Com pouco dinheiro para comprar MDMA, princípio ativo do Ecstasy, um homem de 25 anos resolveu “empreender” e passou a fazer um comprimido falso de Ecstasy em um laboratório dentro de uma residência na Vila Castanheira, região do Barreiro, em Belo Horizonte.

 

Em coletiva de imprensa nesta segunda-feira (7), a Polícia Civil informou que, no lugar do MDMA, o jovem usava estimulante sexual, areia de gato, parafina, corantes e farinha de trigo. A droga era distribuída em grandes eventos da capital. 

 

mundo store

 

“Nós recebemos a informação que há cerca de três meses, um indivíduo estaria colocando no mercado bebidas alcoólicas falsificadas e corrompidas. Diante dessa informação, nós chegamos até o investigado. No endereço, nós descobrimos que ele também fabricava drogas falsas como Ecstasy”, explicou o delegado Rafael de Souza Horácio. Ele faz parte do Departamento Estadual de Investigação de Crimes Contra o Patrimônio

 

Segundo o delegado, quando começou no crime, o homem disse que tinha 50 gramas de MDMA e conseguiu fazer 250 comprimidos. O valor de cada comprimido variava de R$ 30 a R$ 100. Mas, ao ficar “quebrado”, ele iniciou as misturinhas. Nas drogas falsas, o único “barato” alcançando pelos consumidores era graças ao estimulante sexual.

 

+ MDMA é utilizado com sucesso no tratamento do alcoolismo

 

 Ainda conforme a instituição, com a nova droga, ele vendia mil comprimidos por R$ 2 mil. O suspeito afirmou que apreendeu a fazer a falsificação através de pesquisas no Google. 

 

No imóvel em que o homem foi preso também foram localizados 196 micropontos de LSD, que, segundo ele, foram comprados através do Facebook. 

 

Uma mulher e um bebê de 11 meses também estavam no imóvel. Mas ela informou que estava no local há poucos dias e não sabia o que acontecia no quarto da produção. O cômodo ficava fechado. 

 

Além de Ecstasy falso, bebidas alcoólicas

 

Segundo a polícia, o homem, preso na última quarta-feira (2), contou que tinha uma distribuidora, mas foi à falência. As bebidas originais, ele vendeu por aproximadamente R$ 25 cada. Ao começar a fazer as falsificadas, cada garrafa saía por R$ 16. “Na fabricação da bebida ele colocava álcool cereal, com açúcar e água e vendia em grandes festas e eventos. Nós ainda estamos investigando essas festas. Provavelmente, essas pessoas sabiam que estavam comprando bebidas falsificadas, principalmente pelo preço falso e original”, detalhou Rafael. 

 

+ MDMA: redução de danos e guia para uso menos danoso

 

À polícia, o investigado disse que a intenção era pagar os credores que ele ficou devendo com o lucro que tinha cometendo os crimes.

 

Apreensão da Polícia Civil. (FOTO: Uarlen Valério)

 

Péssima higiene na fabricação do Ecstasy falso

 

No local em que todo o material foi encontrado, os policiais encontraram um ambiente totalmente sujo. 

 

+ Israel aprova uso do MDMA para fins terapêuticos

 

“A condição de higiene era extremamente precária, muito simplória, com animal morto no local. A princípio, ele fazia tudo sozinho. No momento da abordagem, ele quebrou o celular para que os seus fornecedores e consumidores não fossem descobertos. Os consumidores não sabiam que os compridos eram falsificados. As investigações continuam  no intuito de verificar quem são esses consumidores principalmente das bebidas alcoólicas que estão envenenando a sociedade nesses eventos e tinham pleno conhecimento que eram falsificadas. Assim como os traficantes dessas drogas sintéticas, que vamos tentar qualificá-los”, finalizou o delegado.

 

O suspeito participou de uma audiência de custódia um dia após a prisão e foi liberado pela Justiça com o uso de tornozeleira eletrônica.

 

Por fim, siga Portal Mundo no Instagram, YouTube e Facebook

Já viu nossos vídeos? Não? Então conheça a TVMundo e desfrute do nosso conteúdo audiovisual!

 

Entrevista com Ventania – Mundo Psicodélico Festival 2018

 

 

Entrevista com Mandragora – Mundo Psicodélico Festival 2018

 

 

Tem um concurso incrível rolando para o Mundo Psicodélico Festival 2019. Clique e concorra a 4 passaportes + brindes da marca!

Comentários