Hotel na Jamaica oferece baseado em troca de lixo recolhido

Hotel na Jamaica oferece baseado em troca de lixo recolhido

baseado em troca de lixo

Um hostel na Jamaica se aproveitou de projetos semelhantes pelo mundo e decidiu oferecer um baseado em troca de sacos de lixo recolhidos. Mas não se engane caso pense que é um “fininho”: é um lustroso e nada pequeno baseado.

 

Especializado em receber turistas alemães na Jamaica, o Germaican, que fica em Long bay, Portland, desenvolveu a campanha em cima da lei do país: foram “apertados” 56 baseados de 1 grama de maconha cada um, pois 56g é justamente a quantidade permitida por pessoa pela legislação jamaicana.

 

+ MDMA: redução de danos e guia para uso seguro e menos danoso

 

No país, caso alguém seja descoberto carregando mais do que essa quantia, será obrigado a pagar uma multa. A campanha foi tão eficaz que menos de 30 minutos depois de um mero cartaz feito à mão ser exposto na praia de Long Bay, uma primeira pessoa já apareceu com um balde cheio de lixo – e então recebeu seu baseado em troca.

 

+ Troque bitucas de cigarro por cerveja: a ideia de um bar em Barcelona

+ Usuários de maconha buscam alívio e não apenas “onda”, aponta estudo

 

O cartaz oferecendo um baseado por um balde cheio de lixo

 

Baseado em troca de saco de lixo: o nascer da ideia

 

A ideia veio da indignação de Marian Erbach, um alemão de 34 anos que vive na Jamaica, e que já não suportava mais desviar de quantidades obscenas de lixo pelas ruas e areias da cidade. “Eu estava furioso com todo lixo ao nosso redor, então pesquisei muito sobre o tema, especialmente o lixo plástico. Vi muitas fotos nas quais pessoas ofereciam café de graça em troca de baldes de lixo. Minha namorada fez a piada, de que na Jamaica deveríamos oferecer baseados em troca”, disse Erbach.

 

+ Perigos da maconha prensada e formas de redução de danos

+ Maconha sem cheiro pode se tornar realidade

 

O que era mera piada virou uma campanha real – que, pela demanda, pode realmente fazer toda diferença na coleta de lixo em um país como a Jamaica. Curiosamente, por lá um balde de lixo vale mais dinheiro do que o custo de um baseado, confirmou Erbach.

 

Siga Portal Mundo no Instagram, YouTube e Facebook

• Já viu nossos vídeos? Não? Então conheça a TVMundo e desfrute do nosso conteúdo audiovisual!

 

Entrevista com Ventania – Mundo Psicodélico Festival 2018

 

 

Entrevista com Mandragora – Mundo Psicodélico Festival 2019

 

 

Comentários

Redação Portal Mundo

Redação oficial do Portal Mundo e do grupo Mundo Psicodélico.