Mulheres que fumam maconha têm orgasmos melhores, segundo estudo

Mulheres que fumam maconha têm orgasmos melhores, segundo estudo

Mulheres que fumam maconha orgasmo feminino - mulher que fuma maconha

Cientistas da Univeridade de St. Louis encontraram evidências de que mulheres que fumam maconha têm orgasmos mais satisfatórios e intensos, reafirmando pesquisas passadas que relacionam mulher, maconha e orgasmo feminino.

 

É provável que desde sempre a maconha despertou curiosidade por um desejo em juntar cannabis + sexo. No entanto, os cientistas ainda não têm certeza do que essas pessoas vão encontrar. Embora exista evidências de que a erva pode tornar o sexo mais agradável, não há dados científicos sobre seu papel. A descoberta mais recente no campo tornou-se ótima notícia para mulheres que gostam de ervas e bons orgasmos.

 

 

+ Usuários de maconha buscam alívio e não apenas “onda”, aponta estudo

+ México se aproxima da legalização total da maconha

 

 

Mulheres que fumam maconha: o estudo e seus dados

 

Em um pequeno estudo publicado na revista “Sexual Medicine”, pesquisadores então liderados pela Escola de Medicina da Universidade de St. Louis OB-GYN e pela especialista em saúde sexual Dr. Becky K. Lynn mostram evidências ligando o consumo de maconha feminina com maiores probabilidades de ter melhores orgasmos.

 

Em outras palavras “[…]descobrimos que elas achavam que, na maior parte, a satisfação sexual foi melhorada, o orgasmo foi melhorado, o desejo foi melhorado, nenhuma mudança realmente na lubrificação e a dor foi melhor”, Lynn diz.

 

+ Os perigos da maconha prensada e formas de redução de danos

+ Conheça os cristais de THCA: a forma mais pura de THC no mundo

 

Seus dados vieram de pesquisas auto-relatadas por 373 pacientes. Dados coletados entre Março de 2016 e Fevereiro de 2017 (antes que o Missouri votasse pela legalização da maconha medicinal). Eles incluíram perguntas sobre satisfação sexual bem como o uso de maconha.

 

Como médica especializada no tratamento de problemas sexuais em mulheres com baixo libido, sexo doloroso e problemas de orgasmo, Lynn estava curiosa sobre o que seus pacientes lhe contavam sobre a maconha.

 

“Percebi que as mulheres vinham até mim com o problema e diziam: ‘Ah, e a propósito, se eu fumar maconha, fica melhor’”, diz ela. Em particular, uma paciente disse que ela foi ao Colorado especificamente para comprar um lubrificante com maconha. “Ela é realmente a única que despertou meu interesse em tudo isso”, diz Lynn.

 

+ Maconha sem cheiro pode se tornar realidade

+ Ecstasy falso feito com areia de gato é descoberto em BH

 

Ela lançou este estudo porque “realmente havia falta de evidências científicas” em relação à satisfação sexual e a maconha nas mulheres, apesar de inúmeros artigos na internet dizerem “é ótimo, conserta tudo”, diz ela.

 

 



 

 

 

Mulheres voluntárias no estudo sobre maconha e orgasmo

 

Das 373 mulheres que ela pesquisou em sua clínica, 127 disseram que usavam maconha. Desse grupo, constatou-se que mulheres que usavam maconha tinham 2.13x mais chances de relatar orgasmos satisfatórios em comparação às outras. As mulheres que usavam maconha “com frequência”, independentemente de quando o fizeram em relação ao sexo, tinham uma probabilidade 2,10 vezes maior em comparação com as mulheres que o usavam “com pouca frequência”.

 

+ Nos EUA, estado de Oregon produz tanta maconha que não sabe o que fazer com ela

+ Com doença degenerativa, general Villas-Bôas defende uso medicinal da maconha

 

Das 127 mulheres que usaram maconha, 68,5%disseram que o sexo era mais prazeroso. 60,6% disseram que tiveram um aumento no desejo sexual e 52,8% disseram que notaram um aumento na satisfação dos orgasmos.

 

 

Campo crescente

 

Este estudo é pequeno e não mostra causalidade. Mas Lynn e seus co-autores notam que eles são consistentes com as descobertas de outros estudos sobre mulher, maconha e orgasmo. Em particular, eles chamam a atenção para um artigo publicado em “Psicologia e Sexualidade” em 2018, no qual 53% dos usuários de maconha jovens adultos relataram prazer sexual aumentado, e 44,9% disseram ter aumentado a intensidade do orgasmo. Nesse estudo, 38,6 por cento dos entrevistados eram mulheres.

 

+ Metade dos brasileiros é a favor da comercialização de remédios à base de maconha

+ Loló e Lança Perfume: o que é, efeitos, perigos e redução de danos

 

Em 2017, os pesquisadores da Universidade de Stanford se tornaram os primeiros a relatar um aumento na frequência sexual masculina e feminina ligada ao uso de maconha. Eles tiraram suas conclusões de dados de pesquisas auto-relatadas com mais de 50.000 americanos.

 

 

Mulher, maconha, sexo e orgasmo

 

Até agora, os cientistas não estudaram como o consumo de maconha torna o sexo mais satisfatório, mas alguns fizeram alguns palpites. Como a equipe observa, pode ser que a maconha reduza o estresse e a ansiedade; que faz com que a percepção do tempo diminua, prolongando o prazer; ou que reduz a inibição sexual e aumenta a confiança no quarto. Além disso, a maconha tende a aumentar os sentidos, tornando o sexo uma experiência ainda mais estimulante. Um estudo publicado em 2016 chegou a sugerir que os usuários de maconha têm mais sexo porque a ilegalidade disso era excitante.

 

“A resposta provável é que é uma compilação de todas as teorias”, diz então Lynn.

 

+ Redução de danos para fumantes: piteiras de papel, madeira ou murano?

+ Legalização da maconha no Uruguai casou prejuízo milionário ao tráfico

 

A equipe reconhece que este é um pequeno estudo que se baseia em dados auto-relatados de mulheres heterossexuais. Entre elas a maioria brancas, de modo que as descobertas não se estendem exatamente ao público em geral. Mas no domínio pouco estudado de mulheres que fumam maconha e do comportamento sexual – e do campo, possivelmente ainda menos reconhecido, do prazer sexual das mulheres – os dados são valiosos, mesmo porque indicam a necessidade de uma pesquisa mais aprofundada.

 

“Precisamos de mais pesquisas antes de podermos dizer: ‘Ah, sim, saia e faça isso!’, Porque simplesmente não sabemos”, diz ela sobre a relação maconha, mulher e orgasmo feminino.

 

 



 

 

 

Mulheres que fumam maconha: os empecilhos na área

 

Uma das razões pelas quais não existem pesquisas nesse campo é porque a saúde sexual das mulheres “é empurrada para debaixo do tapete”, como Lynn diz. “Se você é uma mulher e gosta de sexo, então é ‘Oh, você é uma vadia’, e eu sinto que muitas mulheres têm problemas sexuais pois possuem medo de falar sobre isso ou não têm com quem falar sobre.

 

+ MDMA: redução de danos e guia para um uso seguro e menos danoso

+ Efeitos do Ecstasy: perigos mortais, redução de danos e dicas 

 

“A saúde sexual das mulheres é tão importante quanto a saúde sexual dos homens”, diz ela. “Então, espero que aconteçam mudanças no futuro.”

 

Siga Portal Mundo no Instagram, YouTube e Facebook

Já viu nossos vídeos? Não? Então conheça a TVMundo e desfrute do nosso conteúdo audiovisual!

 

Entrevista com Mandragora – Mundo Psicodélico Festival 2019

 

 

Entrevista com Ventania – Mundo Psicodélico Festival 2018

 

 

Tem um concurso incrível rolando para o Mundo Psicodélico Festival 2019. Clique e concorra a 4 passaportes + brindes da marca!

Comentários