O que é ASMR? A moda do Youtube que viralizou também em outras plataformas

O que é ASMR? A moda do Youtube que viralizou também em outras plataformas

O que é ASMR

Intrigantes sons ou palavras sussurradas que valem ouro no YouTube. A sigla significa em inglês Autonomous Sensory Meridian Response, mas afinal o que é ASMR?

 

Se você é um fanático por Youtube, daqueles que se distrai e passa horas assistindo vídeos aleatórios, pulando de sugestão em sugestão até encontrar algo que agrade, essa matéria é exatamente pra você.

 

 

Leia também: 

 

 

Na verdade, se você se enquadra na descrição acima muito provavelmente você já deve ter esbarrado na seguinte cena: uma pessoa com a boca próxima da câmera aos sussurros bem próximos ao microfone. Depois de uma breve introdução sobre o que a personagem vai fazer, logo se iniciam ruídos sutis, sussurros e batuques – em geral com itens domésticos.

 

 

Afinal, o que é ASMR?

 

Diretamente ao ponto, a sigla que em inglês significa Autonomous Sensory Meridian Response nada mais é do que, segundo os praticantes, uma resposta meridional agradável do sistema nervoso gerada por estímulos externos, sonoros ou visuais.

 

É exatamente esse tipo de prática explorada pelos vídeos e podcasts ASMR. Pense em compilações e gravações que podem, facilmente, alcançar horas de duração. Agora imagine pessoas estourando plástico bolha, sussurrando notícias ou músicas… Isso é ASMR.

 

Atualmente, estima-se que, apenas no YouTube, milhões de pessoas visualizem produções de ASMR todos os dias em busca de relaxamento, aumento da concentração ou de uma noite de sono melhor.

 

 

Existe explicação científica?

 

A resposta pra “como uma sequência interminável de ruídos contínuos pode relaxar uma pessoa?” não é simples, entretanto a resposta talvez esteja na ciência.

 

As pesquisas na área ainda são escassas, um estudo do Departamento de Psicologia da Universidade de Sheffield, no Reino Unido, monitorou as reações fisiológicas de voluntários assistindo vídeos comuns e de ASMR.

 

A conclusão do estudo, surpreendentemente, foi de que as pessoas que assistiram conteúdos de ASMR obtiveram redução da frequência cardíaca, parâmetro geralmente relacionado com relaxamento e redução do estresse. Além disso, o estudo também comprovou a maior propensão a ter pensamentos e atitudes positivas.

 

Essas características são similares às de sensações provocadas por outras técnicas cientificamente comprovadas de redução de estresse, como ouvir música ou até o mindfulness, estado mental de atenção plena no presente.

 

Apesar das sensações como formigamento e prazer relatadas por espectadores de ASMR serem evidências que apontam para os benefícios relatados por quem assiste frequentemente aos vídeos, o que se sabe de fato é que muito disso se deve ao fator distração que eles provocam, e não ao som em si. Além disso, está completamente relacionado à sensibilidade de cada um.

 

Ou seja: a ciência ainda não sabe muita coisa sobre o ASMR. E há muita pseudociência por aí tentando justificá-lo (lembre-se, as bases fisiológicas do fenômeno ainda não são conhecidas. Não é possível associá-lo a nenhum hormônio ou região do cérebro). Seja como for, se você sente o formigamento, não se sinta estranho. Vá ver suas toalhas. Ou caixas de fósforo. Ou raspadinhas. E seja feliz!

 

Aqui vai um exemplo de vídeo para apreciação:

 

 

 

 

Comentários

Avatar

Biólogo, Fotógrafo e aluno do Instituto de Botânica de São Paulo. Atua no Portal Mundo como Editor-Chefe de Redação e Conteúdo e na Tv Mundo como Diretor.