Série sobre Sigmund Freud será produzida pela Netflix

Série sobre Sigmund Freud será produzida pela Netflix

 

O pai da psicanálise Sigmund Freud será mais um na vasta lista de figuras históricas que tiveram a vida retratada por uma produção oficial Netflix. De acordo com as informações divulgadas para a imprensa, o início da filmagem da produção de oito partes, com Robert Finster, Ella Rumpf e Georg Friedrich nos papéis principais, teve início agora em Janeiro de 2019.

 

Como era de se esperar, Freud é o ponto central da série. A super produção será a primeira colaboração da plataforma de streaming com a ORF, famosa emissora Austríaca, país onde Freud nascera. Em primeiro momento a série deve ser exibida na Áustria, para só então ser apresentada ao mundo.

 

As filmagens começam em Viena e Praga, com Robert Finster assumindo o papel de um jovem Freud envolvido na caçada brutal e sem trégua a um assassino. O psicanalista enfrenta uma série de crises profissionais.

 

Sobre a Série

 

O mundo simplesmente não está pronto para suas teorias. Enquanto isso, uma conspiração criminosa e assassina começa a ganhar vida nos becos escuros da Viena do fim do século 19, levando-o aos cantos mais sombrios da consciência humana. Ao lado de Finster estão Ella Rumpf, como a médium Fleur Salomé, e Georg Friedrich, como o veterano de guerra Alfred Kiss.

 

“Quero mostrar um ‘Freud’ que não conhecemos e nunca foi visto antes – um homem em busca de reconhecimento, dividido entre duas mulheres e entre a razão e o instinto. Sua psicanálise e o conceito de id, ego e superego não foram criados no vácuo – eles são baseados nas experiências de um gênio atormentado, que viveu todos os lados da humanidade.” (Kren, M., Diretor)

 

O diretor chefe da ORF, Dr. Alexander Wrabetz, comenta: “Este projeto de série é a primeira cooperação da ORF com a bem-sucedida empresa de streaming Netflix e vai consolidar o papel da nossa rede como uma parceira forte e confiável para alianças em conteúdo internacional.”

 

Contexto histórico

 

O ano é 1886, em Viena, e as teorias revolucionárias do jovem Sigmund Freud (Robert Finster), então com 30 anos, são recebidas com forte resistência – exceto pela famosa médium Fleur Salomé (Ella Rumpf) e por Alfred Kiss (Georg Friedrich), um policial e veterano de guerra. Com os dois aliados, Freud logo se vê em meio a uma conspiração assassina que deixa a Áustria inteira petrificada.

 

  

Comentários