Troque bitucas por cerveja: essa é a proposta de um bar em Barcelona

Troque bitucas por cerveja: essa é a proposta de um bar em Barcelona

Troque bitucas por cervejas

Troque bitucas por cervejas: sustentabilidade nas praias de Barcelona

 

Na atual situação do nosso planeta as bitucas de cigarro competem diretamente com o plástico pelo maior impacto ambiental a nível mundial. Segundo a ONG Ocean Conservancy, por ano são despejadas no oceano 60 milhões de bitucas de cigarro, contribuindo para a poluição e ameaçando a vida de milhões de seres vivos. Além de, claro, impactar diretamente na nossa qualidade de vida. Foi pensando nisso que a campanha “Troque bitucas por cerveja” começou.

 

+ Bitucas de cigarro superam plástico e se tornam maior poluente dos oceanos

 

Mesmo sendo constituídos principalmente por papel, a bituca de cigarro carrega consigo mais de 4.700 substâncias tóxicas que são condensadas, principalmente, no filtro – justamente a parte descartada irregularmente, a “bituca”.

 

Por este motivo faz-se tão necessário a conscientização da população, principalmente frequentadores de praias, a respeito dos impactos desse micro-poluente.

 

Foi pensando nisso que um bar a beira mar, daqueles que servem comida próximos à areia, iniciou uma campanha que recompensa quem retira bitucas de cigarro da praia. A proposta é simples: traga um copo cheio de bitucas de cigarro retiradas da praia e troque por um copo de cerveja ou refrigerante.

 

+ Homens reciclam menos por medo de “parecerem gays”, segundo estudo

 

Contanto com mais de 8 milhões de turistas por ano na cidade catalã, é claro que a iniciativa rapidamente caiu no gosto da galera.  O “El Chiringuito Tibu-Ron“, localizado em Castelldefels, com sua campanha “Um Copo de Cerveja por um Copo de Bituca” inovou e ainda contribuiu beneficamente para o Meio Ambiente. E aí, bora trazer essa ideia pro Brasil?

 

Para realizar a troca é simples, leve um copo de 250 ml com bitucas e troque por um novo copo abastecido com cerveja. A iniciativa atraiu milhares de pessoas na limpeza da praia.

 

Num mundo onde somente uma bituca é capaz de contaminar 50 litros e torná-la tóxica para a vida, assim como o próprio cigarro. Algumas das substâncias contidas na bituca levam de 7 a 20 anos para se decompor no meio ambiente, outras nunca se decompõe e constituem o grupo de poluentes dos bioacumuladores.

 

Diante da poluição ambiental a nível global podemos constatar que a solução está em nossas mãos com ações mitigatórias de impacto – e de quebra, ainda da pra tomar uma gelada na praia de graça.

 

Se liga no folder da campanha divulgado pelo próprio Tibu-Ron:

 

Troque bitucas por cervejas: essa é a proposta de um bar em Barcelona

Comentários