Tudo que você precisa saber pra viajar barato pelo Brasil – ou quase de graça

Tudo que você precisa saber pra viajar barato pelo Brasil – ou quase de graça

O sonho de muita gente é sempre viajar barato pelo Brasil e pelo mundo. Seja para o litoral, para as montanhas, para o interior…é sempre bom sair da rotina, ainda mais se os custos forem mínimos.

 

E acredite, é possível atravessar o Brasil e passar 10 dias em um litoral paradisíaco no Norte ou no Sul do país, gastando muito, muito pouco. Por isso, nós do Portal Mundo reunimos as principais dicas e os meios para se economizar ao máximo em uma viagem.

 

+ Meditação infantil: como começar e seus benefícios 

 

Dividimos em tópicos para ficar mais fácil. Por isso, não hesite em compartilhar e mostrar para os amigos! Pode ser o guia da próxima viagem de vocês!

 

Transporte 

 

Um dos principais gastos de qualquer viagem. Visto que essa matéria visa viagens dentro do Brasil, não falaremos sobre as formas de se economizar em viagens internacionais. Elas ficam para outro dia, em outro matéria.

 

Primeiramente, se você tem 29 anos ou menos, saiba que o Governo Federal possui um programa chamado ID Jovem. Este possibilita viagens interestaduais com 100% ou 50% de desconto. É valido para viagens de ônibus ou trem. Para participar do programa, o jovem adulto deve ter uma renda média na família de menos de 1 salário e  meio por pessoa.

 

Para saber mais sobre o programa e como participar, clique aqui.

 

O uso da ID Jovem pode ser um grande diferencial em sua viagem. Existem hoje milhões de jovens que fazem uso do programa, por isso, atente-se em reservar a passagem com antecedência e de preferência já pegue também a volta. Afinal, antes 100% de desconto do que 50% ou nada.

 

+ Conheça a exposição imersiva de Van Gogh em Paris

+ Tutankamon Festival: 30 horas de psicodelia egípcia

 

Além disso, existem outras formas do transporte sair completamente de graça. Uma das opções, e que você provavelmente não conhece, é viajar com um dos aviões da Força Aérea Brasileira (FAB). É isso mesmo, você não leu errado.

 

Todos os cidadãos brasileiros possuem direito garantido pela constituição de viajar em aviões da Força Aérea Brasileira. Claramente, você não possui muitas escolhas quanto a dia de embarque, hora e local. Mas, se você reside em um grande centro nacional ou próximo, é só ficar atento e com as malas prontas para pegar carona.

 

A FAB diz o seguinte sobre o embarque de cidadãos:

 

“É possível sim, em território nacional, por meio de inscrição no Correio Aéreo Nacional (CAN) da localidade onde se deseja embarcar. Entretanto, a viagem está condicionada à disponibilidade de vagas e de aeronave com destino ao lugar requerido.”

 

Para conhecer as unidades disponíveis em cada região, clique aqui.

 

+ Yoga para iniciantes: 10 dicas fundamentais 

 

Além das opções fornecidas pelo estado, existem também alternativas no âmbito privado. Uma das opções é o aplicativo de financiamento coletivo de ônibus chamado Buser.

 

Funciona da seguinte forma: por meio do aplicativo, as pessoas se juntam e reservam/financiam um ônibus da Buser para determinada linha. Por enquanto, está disponível apenas nas principais cidades do país. O aplicativo faz todo processo: divide a tarifa entre os passageiros, contrata os motoristas, fazem a manutenção dos  veículos, entre outras mediações. A qualidade do serviço prestado é, no mínimo, idêntica ao rodoviário, mas na maioria das vezes melhor.

 

As tarifas são sempre menores que aquelas encontradas nas rodoviárias. E quanto mais gente embarcar, mais barato fica. E a melhor parte é o seguinte: você ganha R$10,00 de desconto para cada amigo que você convidar pro aplicativo. Ou seja, com algumas mensagens suas passagens podem sair de graça!

 

Por fim, uma última alternativa para viajar barato pelo Brasil é a busca por caronas no aplicativo BlaBlaCar. Ou, se for roots o bastante, sempre existe a possibilidade do bom e velho dedão na estrada.

 

Hospedagem

 

Segundo tópico quando se pensa em viagem e talvez o mais caro e mais complexo. Porém, ainda assim existem alternativas.

 

A primeira e que fará você ter zero custos na hospedagem é o aplicativo Worldpackers. Ele funciona da seguinte maneira: você troca trabalho por hospedagem em hostels no Brasil e no mundo. Normalmente é pedido cerca de 4 horas por dia, em média de 5 a 6 dias por semana. Existem diversas formas de ajudar e no aplicativo você encontra qual a necessidade do hostel naquele momento e qual o tempo mínimo de hospedagem. Você pode fotografar, ajudar nas redes sociais e no site do hostel, pintar, fazer reparos, ajudar na limpeza, ficar na recepção, entre outras funções.

 

+ Restaurante serve comida que brilha no escuro: parece ser de outro mundo!

 

A única parte que pode ser considerada ruim é que neste tipo de hospedagem você compartilha o quarto com outros staffs do hostel. Com isso, acaba se perdendo um pouco da privacidade. Mas por outro lado, este fator pode ser o diferencial de sua viagem e pode fazer com que você conheça pessoas maravilhosas.

 

viajar barato pelo Brasil Com essas dicas, em poucos dias você estará assim: descalço na praia tomando água de coco. (Fonte: Thinkstock/Christophe Schmid)

 

Outra forma de viajar barato pelo Brasil é ficando em quartos alugados por meio de sites como o Airbnb. Não vai sair de graça como no Worldpackers, mas sai muito mais barato que um hotel por exemplo e você tem sua privacidade no quarto único, compartilhando apenas ambientes comuns.

 

Alimentação 

 

Já diz o ditado: saco vazio não para em pé. Por isso, atente-se em estar bem alimentado – mas não emocione muito com estes gastos, a não ser que seja de sua vontade saborear pratos mais caros. Busque sempre fazer comida em casa e levar lanches, biscoitos e frutas quando sair, assim como uma garrafa de água para se manter bem hidratado.

 

Em caso de hospedagem no Worldpackers, você ainda ganha café da manhã no hostel e, em alguns, até almoço! Aproveite para economizar e guardar o dinheiro para aproveitar melhor a viagem com passeios e até compras.

 

+ Mundo Psicodélico Festival 2019 é anunciado 

 

Cultura & Entretenimento

 

Primeiramente, saiba que se você tem ID Jovem, você também tem direito a pagar metade em diversos eventos culturais assim como museus e eventos esportivos. Por isso, atente-se aos seus benefícios.

 

Em geral, para se economizar nos “rolês” das viagens, é preciso estar atento aos detalhes. Cada centavo vale e muito. No caso de transporte particular, tenha mais de 1 alternativa para comparar os preços, como Uber e 99Taxi. Se for fumante, esteja preparado – principalmente se for para lugares isolados, onde o preço aumenta muito. Para bebidas alcoólicas, busque sempre comprar no mercado – se for dos meus, faça um estoque: mas lembre-se de beber com moderação. Em boates e bares é consideravelmente mais caro e é nestes momentos que emocionamos e gastamos dias de hospedagem em uma noite.

 

Para visitas a pontos turísticos pagos, evite feriados e finais de semana. Se por exemplo for passar a semana na cidade, deixe para visitar durante a semana, em uma terça, quarta-feira. Assim, certamente vai pagar bem mais barato.

 

Por fim, se você seguir todas nossas dicas, vai ver que sua viagem vai sair muito mais em conta. Você vai viajar barato pelo Brasil e vivenciar experiências incríveis.

 

Siga-nos no Instagram para atualizações diárias

•  Já viu nossos vídeos? Não? Então Conheça a TVMundo e desfrute do nosso conteúdo audiovisual!

 

Entrevista com o DJ e Produtor Kvera

 

 

Entrevista com Mandragora – Mundo Psicodélico Festival 2018

 

 

Por fim, tem um concurso incrível rolando para o Mundo Psicodélico Festival 2019. Clique e concorra a 4 passaportes + brindes!

 

 

 

Comentários